NEXTEL 35*18*21478 tibakarol@hotmail.com

18/09/2014

Crianças guaçuanas são abandonadas em canavial em Artur Nogueira



Mãe dos menores já foi identificada e está sendo procurada pela polícia.

Duas crianças guaçuanas, uma de um ano e meio e a outra de 3 meses de idade, foram encontradas abandonadas em um canavial na cidade de Artur Nogueira (SP), na manhã de ontem (16).

A Guarda Civil Municipal informou que, por volta das 11h30, recebeu a informação de que uma menina de aproximadamente dois anos de idade havia aparecido, a pé, em um sítio localizado no Bairro Cassimiro, zona rural da cidade, sentido a Mogi Mirim (SP).

Imediatamente, os guardas se dirigiram até o local indicado e, durante o patrulhamento, se depararam com a criança de três meses de vida, abandonada, no meio do caminho. “Ela estava no meio da estrada, toda suja. Pensei que fosse uma boneca, mas não era. Para a nossa surpresa, era uma criança”, afirmou o GCM Roberto.

Devido a situação da bebê, os guardas retornaram e foram direto ao Pronto-Socorro Municipal de Artur Nogueira, onde a criança recebeu atendimento médico.

Já em Mogi Guaçu, os GCM´s Fernandes, Everton e Rabelo patrulhavam pela Rua 10, no Jardim Canaã II, quando foram solicitados por populares a prestar ajuda a uma senhora que passava mal. Após conversa com a mulher, os guardas descobriram que se tratava da avó dos menores abandonadas em Artur Nogueira e que ela havia reconhecido as crianças por uma reportagem transmitida pela TV.

A avó contou que a filha dela, Thatiane Turbiane Chaves, de 20 anos, havia saído cedo de casa com as duas meninas, alegando que iria até a delegacia fazer um boletim de ocorrência contra o ex-marido, o qual, segundo a avó, teria a ameaçado de morte por não aceitar a separação do casal.

Os GCM´s foram até a casa do ex-marido de Thatiane, no Jardim Nova Europa, zona Norte de Mogi Guaçu. Lá, encontraram o pai das crianças e o conduziram até a Central de Polícia Judiciária e, em seguida, para a Delegacia de Artur Nogueira, onde prestou depoimento.

Na madrugada de hoje (17), o delegado de Artur Nogueira, Dr. José Donizeti de Melo, concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre o andamento do caso. “As investigações vão continuar. Logo pela manhã iniciaremos uma varredura pelo local onde as crianças foram encontradas. Teremos apoio da Polícia Militar na operação. O ex-marido chegou a dizer que a Tatiane vinha sendo violentada e estuprada por outras pessoas. Realmente existe um boletim desta natureza. Estamos investigando todos os potenciais suspeitos”, relatou o delegado responsável pelo caso.

Após prestar depoimento, o ex-marido de Tatiane foi liberado. As crianças continuam em Artur Nogueira sob a responsabilidade da Justiça.




http://www.portalmogiguacu.com.br/materia.php?id=1972
Comentários

17/09/2014

Sem viaturas, Guarda Municipal usa veículos descaracterizados

Denúncias sobre a falta de viaturas da Guarda Municipal (GM) e uso de veículos descaracterizados chegaram à redação do Jornal da Manhã. Uma pessoa que preferiu manter a identidade preservada encaminhou e-mail afirmando que a GM de Uberaba está sem viaturas para atender às demandas pertinentes. Os veículos antigos foram recolhidos e os novos já foram entregues, porém descaracterizados, o que, segundo a denúncia, dificulta o trabalho de fiscalização.

Conforme o denunciante, existem viaturas paradas na sede da Secretaria de Trânsito e Transportes que estão proibidas de ser utilizadas, inclusive dois carros novos entregues pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e duas motos, guardadas dentro do gabinete do secretário de Trânsito, Emmanuel Kappel. “As viaturas que desfilaram no dia 7 de setembro não estão rodando para beneficiar a população, estão todas proibidas de sair do pátio. Enquanto isso, estamos circulando com veículos sem caracterização, o que impede que as pessoas saibam que é um veículo da Guarda”, afirma o denunciante, ressaltando a possibilidade de greve.

A situação foi repassada para assessoria de imprensa da Prefeitura, e o comandante da Guarda Municipal, Wesley Massako, confirma a existência de viaturas descaracterizadas, que estão sendo usadas pelos agentes. De acordo com ele, três dos veículos usados pela GM são locados, e na administração anterior, com a aceitação do locador, foi feita a caracterização dos carros, transformando-os em viaturas. Esse contrato terminou e, pelo fato de o novo não contemplar viaturas, foram substituídos por carros "comuns", descaracterizados. Está em andamento a aquisição de viaturas com as especificações necessárias para atender às necessidades da GM.

Massako afirma ainda que “a viatura é um meio de transporte caracterizado, que dá identidade à atividade exercida. Quando em patrulhamento, transmite sensação de segurança aos transeuntes, mas o principal ainda é o elemento humano, ou seja, o guarda municipal, neste caso. Pois o veículo é apenas um meio de transporte e, se tratando de meio de transporte, as viaturas, em que pese a caracterização, foram substituídas por veículos novos. Fato é que temos algumas viaturas caracterizadas que estão aguardando reparos e estamos nos esforçando no sentido de dar agilidade no conserto para colocá-las o mais rapidamente no serviço operacional”, enfatiza.

Já com relação às viaturas e motos zero km do programa “Crack é Possível Vencer”, estas só estarão à disposição após a realização do curso, que se iniciará na segunda quinzena de setembro e terminará em meados de novembro, conforme exigência do Ministério da Justiça.




http://jmonline.com.br/novo/?noticias,2,CIDADE,99580
Comentários

Arma para a Guarda é escolhida

A pistola 380 é o modelo de arma pretendido pela Secretaria Municipal de Segurança para que a Guarda Municipal utilize caso a revisão do Estatuto da corporação seja aprovada na Câmara de Mogi das Cruzes. A Pasta já prepara um local para guardar os equipamentos e estima que deverá gastar R$ 100 mil por mês na locação e monitoramento do lugar.

As informações são do secretário municipal de Segurança, coronel Eli Nepomuceno. “É uma preocupação que nós temos, assim como as empresas de segurança também têm. Teremos um espaço, que é melhor não detalhar onde é, mas já sabemos o quanto vai custar para que as armas sejam armazenadas lá: R$ 100 mil por mês”, explicou.

Segundo ele, o modelo que deve ser adquirido é o da pistola 380, que no mercado de armamentos custa, em média, R$ 3,2 mil. “Além disso, os agentes passarão por exame psicológico com um psicólogo credenciado pela Polícia Federal. Há apenas um na Região e ele trabalha em Suzano. Será lá que eles passarão pelos testes. Aqueles que forem certificados como aptos a receber as armas, vão contar com as pistolas”, destacou. Isso significa que nem todos os 190 guardas municipais devem trabalhar armados. 

Como a compra das armas deve ser feita em larga escala, a tendência é de que o valor seja menor. Na edição do dia 7, O Diário noticiou com exclusividade que o Estatuto revisado está na análise final por parte da Secretaria de Finanças e deve ser enviado à Câmara Municipal até o final do ano. A estimativa é de que a Guarda armada custe, pelo menos, R$ 1,5 milhão. 




http://odiariodemogi.inf.br/cidades/cidades/25544-arma-para-a-guarda-e-escolhida.html
Comentários

Guarda Municipal de Birigui passa por curso de capacitação

Agentes da Guarda Civil Municipal de Birigui estão passando por cursos de formação e capacitação

Agentes da Guarda Civil Municipal de Birigui estão passando por cursos de formação e capacitação. As atividades serão ministrados por professores da Acadepol (Academia de Polícia Civil de São Paulo). Entre os temas envolvidos estão conhecimentos em Direitos Humanos, inspeção veicular, verificação de chassis e atendimento ao público.

A carga horária será de 40 horas, atendendo às normativas e diretrizes da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) do MJ (Ministério da Justiça). (Com informações da Prefeitura de Birigui)




http://www.jornaldiadia.com.br/news/noticia.php?Id=40491
Comentários

Guarda Civil Municipal Atibaia divulga ocorrências atendidas

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Segurança Pública, informa as ocorrências atendidas pela Guarda Civil Municipal de Atibaia no período de 5 a 9 de setembro.

Localização de Veículo

Em patrulhamento preventivo pelo Parque Fernão Dias na sexta-feira (5), os Guardas Civis Municipais Lourenço e Camacho avistaram um veículo abandonado em uma via. Os guardas fizeram a vistoria no carro e encontraram folhas de cheque, joias e documentos. Feito contato no plantão policial, eles constataram que o proprietário do veículo, que havia sido vítima de roubo, estava no local registrando a ocorrência. Diante dos fatos, os GCMs apresentaram o veículo na delegacia para deliberação da autoridade policial.


Tráfico de Drogas

Na sexta-feira (5), durante patrulhamento preventivo no Jardim Imperial, a equipe de ROMU, formada pelos GCMs Rodrigues, Ribeiro e Adilson, foi informada por um munícipe que na Rua Brasil havia dois homens em atitude suspeita em um terreno baldio. No local, os GCMs avistaram os dois indivíduos que, ao notarem a presença da equipe de ROMU, tentaram fugir, porém sem sucesso. Os guardas fizeram a abordagem de Uelton Gonçalves Santos, de 22 anos, e de um jovem de 16 anos e encontraram no terreno 10 tabletes de maconha e 13 porções de crack. Ambos foram conduzidos ao plantão policial, onde a autoridade presente ratificou a voz de prisão e determinou o recolhimento do maior à Cadeia Pública de Piracaia e a apreensão do menor.


Tráfico de Drogas

Em patrulhamento preventivo pelo Recreio Estoril no sábado (6), a equipe de ROMU, formada pelos GCMs Rodrigues, Ribeiro e Adilson, avistou um indivíduo que, ao perceber a presença da viatura, jogou um objeto no chão. Os GCMs então procederam à abordagem de Carlos Eduardo Oliveira Leme, de 19 anos. Nada foi localizado em seu poder, porém no saco plástico que ele havia jogado continha uma trouxa de maconha e 54 pedras de crack, todos prontos para venda. Carlos foi conduzido à delegacia, onde a autoridade policial ratificou a voz de prisão e determinou o recolhimento do indiciado à Cadeia Pública de Piracaia.


Porte de Drogas

No sábado (6), a equipe de ROMU, formada pelos GCMs Roberdson, Despezzi e Erik, durante patrulhamento preventivo pelo Jardim Alvinópolis, avistou no interior de uma padaria três jovens que ao notarem a presença da viatura aparentaram nervosismo. Diante da situação, os guardas fizeram a abordagem de todos e encontraram com Gabriel da Silva Ferreira, de 18 anos, uma trouxa de maconha. Os GCMs encontraram ainda, na praça em frente à padaria, oito pedras de crack escondidos próximos a uma banca. Os três jovens negaram serem os proprietários das drogas. Diante dos fatos, Gabriel foi conduzido ao plantão policial para deliberação da autoridade presente.

Localização de Veículo

Em patrulhamento preventivo pelo bairro do Portão na segunda-feira (8), os GCMs Cláudio e Toledo foram informados por munícipes que na Estrada Municipal José Cintra havia um veículo abandonado. No local, os GCMs encontraram o veículo, acionaram o guincho e apresentaram a ocorrência no plantão policial.


Furto

Na terça-feira (9), durante patrulhamento preventivo no Centro, os GCMs Ramos e Hadime foram solicitados via rádio para averiguar uma tentativa de furto em uma perfumaria. No local, os guardas conversaram com o segurança do comércio que relatou ter detido duas adolescentes de 13 e 14 anos, que haviam tentado furtar cosméticos do estabelecimento. Os GCMs revistaram as bolsas das menores e encontraram peças de roupas de uma outra loja, que elas confessaram o furto. Diante dos fatos, ambas foram conduzidas à delegacia para deliberação da autoridade policial.
Comentários

Redes sociais