NEXTEL 35*18*21478 tibakarol@hotmail.com

19/08/2014

Guarda Municipal vai usar armas iguais às da PM?

Comentários

18/08/2014

GCM de Santa Bárbara realiza vários prisões por tráfico de drogas


Publicado em 18/08/2014

Na manhã do dia 17/08/2014, os GCMs Macedo e Siloni com o apoio dos GCMs Adenilson e Edmar, em patrulhamento pela Rua João Eduardo MacKnight, depararam-se com 02 indivíduos que ao visualizarem à viatura evadiram-se sentido à área rural (cocheira). 
Tendo em vista denuncia anônima de tráfico de drogas minutos antes junto ao controle GCM, e as características de ambos bateram com as informadas, sendo elas, 02 indivíduos de cor parda, estatura média, magros, sendo um deles com blusa preta, bermuda preta e boné, e o outro calça verde e blusa azul.

Ao desembarcar da viatura para abordagem, foi visualizado ambas partes dispensando algo junto ao solo. Posteriormente , foi realizada abordagem seguida da busca pessoal. Com a parte 01 H.B. foi encontrado R$ 85,00 em espécie, e com a parte 02 A.A.S. R$ 45,00 em espécie.

O objeto dispensado pela partes tratava-se de 02 sacos plásticos com 14 pipetas de cocaína cada, 01 saco plástico com 29 buchas de maconha e 01 saco plástico contendo, 01 pedra de crack. 

Mediante dos fatos, receberam voz de prisão e foram apresentadas no plantão policial. Por determinação da Delegada Jacira foi realizada a prisão em flagrante delito por tráfico de drogas de ambas partes, sendo posteriormente encaminhadas à cadeia de Sumaré.

Preso por tráfico no Jd. das Larajeiras 

O controle da Guarda Civil recebeu denúncia sobre tráfico de drogas pelo bairro Jd. das Laranjeiras, na data de 15/08/2014, onde os indivíduos escondiam a droga nas proximidades da escola estadual. 

O controle designou os patrulheiros Vilallon e Mauricéia, e deslocaram no local e após uma varredura, localizaram junto ao muro da escola 9 porções de maconha, 6 cápsulas de cocaína. 

Em ato contínuo, a poucos metros dali, a equipe de motocicletas da GCM com os patrulheiros Gonçalves, Rikel e Edmilson, abordaram R.M.D. 21 anos , indagado se tinha conhecimento sobre a droga ora localizada, R. demostrou muito nervosismo, confessando ser de sua propriedade o ilícito encontrado no muro da escola, e ainda informou que haveria mais uma quantidade em sua casa. 

Na residência de R. foi encontrado dentro do guarda roupa, 35 cápsulas de cocaína, uma porção de maconha, e 380 gramas de cocaína a granel, duas balanças de precisão e 300 cápsulas vazias. 

Foi dado voz de prisão a R. e apresentado no 2º DP, perante a autoridade que ratificou o auto de prisão em flagrante delito por tráfico de drogas, e o indivíduo encaminhado a Cadeia de Sumaré.

6 kg localizado pelo Apoio Tático no Nova Conquista ‏ 

A equipe de Apoio Tático na data de 14/08/2014, composta pela Subinspetora Juliana e os patrulheiros Amorim e Dênis, deslocaram para o bairro Nova Conquista, para apoiar a viatura dos patrulheiros Adenilson e Edmar, e logo após a detenção dos indivíduos, a equipe de Apoio Tático permaneceu fazendo uma varredura na área verde, onde já foram feitas grandes apreensões de droga. 

Sendo assim, logrando êxito em localizar próximo a cocheira, em meio a mata, dois sacos plásticos contendo: 1717 porções de maconha, pesando 4k435g, 942 pipetas de cocaína, pesando 1k050g, 670 pedras de crack pesando 388g, 1 balança de precisão, e 18 munições de arma de fogo calibre 22. 

Tudo foi recolhido e apresentado no 2º DP, onde os fatos foram narrados , a droga e os outros objetos apreendidos em boletim de ocorrência. O peso aproximado da droga localizado foi de 6kg.

Fonte: via e-mail

Comentários

GCM de Santa Bárbara d'Oeste realiza operação no bairro Zumbi dos Palmares


Publicado em 18/08/2014

Na data de 17/08/2014, foi realizada uma operação no acampamento zumbi dos Palmares, no intuito de coibir o tráfico de drogas, sendo realizado um cerco no local com apoio de todas as viaturas da GCM, no total de 26 guardas entre Apoio Tático, Canil e equipe diurna.

Ao adentrarem ao acampamento vários indivíduos se evadiram sendo detido 3 deles, sendo um pelo inspetor Reginaldo, e GCM Caineli que deteve o adolescente R.C.S de 15 anos de idade, que tinha em seu poder 35 pipetas com cocaína, 37 pedras de crack e 3 porções de maconha, 1 celular Motorola e a quantia de R$ 423,00.

GCM Lacerda deteve outro adolescente identificado como P.C.C de 15 anos de idade morador no Bairro Nova conquista, que trazia consigo 35 pedras de crack, 23 pipetas com cocaína, 1 porção de maconha. O outro individuo maior de idade detido pelo GCM Bandeira, GCM Villlalon e Subinspetor José, identificado como E.F.C. de 19 anos de idade morador do bairro Santa Fé, sendo que os ambos indivíduos foram abordados pelo Zumbi dos Palmares.

No momento da detenção de E. foi localizado a quantia de 28 porcões de maconha, 41 pipetas com cocaína , E. foi indagado teria mais drogas em seu poder, e o mesmo informou trabalhar para o tráfico, e que em sua casa tinha mais drogas, sendo então localizado uma sacola com 52 pedras de crack, 253 porções de maconha e 281 pipetas com cocaína.

Ambos foram apresentados no plantão policial, onde a autoridade de Plantão Dra. Olivia Dos Santos Fonseca após tomar conhecimento do fato, ratificou a Voz de prisão em Flagrante para E., que após ser lavrado os autos foi recolhido a cadeia da cidade de Sumaré, E os adolescentes liberado aos genitores após lavrado BO PC sobre Ato Infracional.

Fonte: via e-mail GCM José
Comentários

Guardas Municipais da Baixada Santista começam a se adaptar à nova lei

Publicado em 18/08/2014

Na última segunda-feira, foi publicada no Diário Oficial da União a lei que permite porte de arma de fogo por guardas municipais, sancionada no último dia 8 pela presidente Dilma Rousseff (PT). As cidades têm dois anos para se adaptar a nova legislação. Na Baixada Santista, Praia Grande é a única que permite aos agentes utilizarem este tipo de armamento. Bertioga deve ser a próxima.

Em novembro de 2006, a Prefeitura praiagrandense oficializou convênio com a Polícia Federal autorizando o porte de arma. Atualmente, o município conta com 315 agentes efetivos. Desse total, cerca de 90% estão aptos para uso e porte de arma de fogo.

Os guardas municipais da cidade passam obrigatoriamente por 80 horas de capacitação por ano, que inclui diversos temas, incluindo porte de arma. Justamente por estar enquadrada e preparada nas diretrizes da nova lei, Praia Grande não precisará realizar grandes mudanças.

Bertioga

A Guarda Municipal de Bertioga está sendo reestruturada e se preparando para ser armada. A corporação já passou por cursos de qualificação em 2013, com o objetivo de promover uma reciclagem e iniciar o treinamento que possibilitará o armamento da corporação.

Na qualificação, eles tiveram aulas sobre noções de Direito Penal, lei de entorpecente, uso de cassetete e algema, defesa pessoal, funções e atribuições da Guarda Civil Municipal e das polícias Civil e Militar, ética, postura, condicionamento físico, entre outros.

Os próximos passos serão o curso de treinamento de tiro, que deverá começar em 15 dias e a compra de armas. O efetivo é de 65 homens. Eles passarão por uma avaliação psicológica para saber que está habilitado a usar arma.

Santos

Santos conta com 350 agentes em sua corporação. Mais 150 (aprovados em concurso público) serão chamados em duas etapas, aumentando o efetivo para 500 pessoas. Na Cidade (assim como em Praia Grande, Guarujá e a partir de segunda-feira em São Vicente), eles podem usar armas de eletrochoque.

Sergio Del Bel, secretário de Segurança de Santos, afirma que o efetivo municipal terá armas de fogo. “Vamos usar, mas ainda não estamos dando prazo. Depende de uma série de condições e de submetê-los a testes psicológicos, treinamento técnico, de legislação”.

Ele entende que a sanção federal que possibilita o armamento aos agentes municipais segue um caminho natural. “Mesmo assim, creio que o perfil não irá mudar muito, pois continuarão atuando na postura dentro das cidades, evitando pequenos comportamentos errados que são o estopim para crimes maiores”.

São Vicente

Em nota, São Vicente explica que os guardas passarão por treinamento de capacitação de tiro e exame psicológico, mas será necessário elaborar um convênio com a Polícia Federal para que a corporação possa utilizar arma de fogo. Atualmente são 203 guardas, mas 43 estão afastados por licença médica. Há um concurso público em vigência, mas sem previsão de chamada.

Dos 160 guardas disponíveis no momento, 40 receberam treinamento específico e passaram por exame psicológico para trabalhar a partir desta segunda-feira com 50 armas de choque enviados pelo Governo Federal.

Guarujá

Guarujá diz que a Secretaria de Defesa e Convivência Social pretende estudar como irá proceder para a utilização de arma de fogo pela guarda municipal e Secretaria solicitará uma conversa com o Governo Federal buscando recursos para equipar a guarda da cidade.

O efetivo guarujaense possui cerca de 300 funcionários no seu batalhão, que realizam rondas ostensivas pela Cidade, flagrantes de delitos, além do monitoramento e segurança dos próprios públicos municipais. Desde outubro do ano passado, os guardas municipais de Guarujá estão equipados com armas de eletrochoque.

Cubatão

Cubatão não possui Guarda Municipal. A implantação de uma corporação deste tipo não está descartada por parte do governo, mas no atual momento o limite dos gastos com folha de pagamento não permite sua implantação. A Prefeitura tem 170 vigilantes, que prestam serviços em próprios municipais. A equipe é complementada com o apoio de agentes de empresa terceirizada de segurança patrimonial, vencedora de licitação pública. Os vigilantes não trabalham armados, pois atuam na segurança patrimonial. Em caso de ocorrência, são orientados a acionarem a Polícia Militar.

Itanhaém

Itanhaém tem 70 guardas, sendo 60 homens e 10 mulheres. Ciente da lei federal, a Prefeitura se antecipou e elaborou uma minuta de lei municipal se adequando a essa nova realidade. Foi encaminhada ainda a assessoria técnica legislativa do Executivo uma minuta de reestruturação da Guarda Municipal com as diretrizes da nova lei, que está em análise e deverá ser apresentada ao prefeito para manifestação.

Além disso, foi enviado um pedido de abertura de licitação para aquisição de cursos de treinamento, com conteúdo da matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Publica, cuja grade será de 284 horas, incluindo o curso referente às diretrizes da nova legislação.

Mongaguá

Em Mongaguá, o efetivo fixado, segundo o estatuto municipal, é de 79 guardas. Porém, atualmente a cidade conta com 41. Nenhum usa arma de fogo. A Prefeitura reconhece que há necessidade de reformular e especializar todo o efetivo, através de cursos, para se adequar à lei. Para isso, crê que os municípios do litoral Sul tenham interesse de compartilhar através de consórcio público até para que haja uma padronização das guardas municipais nos municípios limítrofes.

Peruíbe

Por meio de nota, Peruíbe ressaltou que o uso de armas de fogo é opcional e tal material bélico não faz parte dos planos da guarda da cidade. Atualmente, segundo informou a Prefeitura, seu efetivo está de acordo com a legislação federal, inclusive com o chamamento dos candidatos que foram aprovados no último concurso público.

O Executivo informou ainda que, neste ano, houve um acréscimo de quase 80% da corporação e, para os novos integrantes, foi oferecido um curso de capacitação como um preparativo para o exercício da função de proteção às pessoas e aos próprios municipais.

Fonte: A TRIBUNA
Comentários

15/08/2014

Guardas Municipais já podem usar armas de choque em São Vicente, SP


Publicado em 15/08/2014

Os agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) de São Vicente, no litoral de São Paulo, já estão aptos a usar, diariamente, armas de condutividade elétrica. Cerca de 40 guardas participaram do treinamento, que durou quatro semanas, e, a partir deste mês, passam a utilizar o equipamento no trabalho de patrulhamento. Além das armas, sprays de pimenta, cartuchos, carros e motos também foram entregues à GCM.

O responsável pelo treinamento dos agentes foi o chefe do Departamento de Instrução e Formação da Guarda Civil Municipal de São Vicente, Marcelo de Paula Lima. Ele explica como os profissionais foram capacitados para utilizar as armas. “Eles tiveram um módulo de policiamento comunitário e mais um módulo de habilitação para usar esta arma de condutividade elétrica. Eles estão finalizando a etapa do exame psicológico, que também é obrigatório”, afirma.

De acordo com Lima, a GCM tem a preocupação de que não haja mau uso da arma. “Nós também recebemos um datalink, que, conectado à pistola, registra os 1.000 últimos disparos da arma, para evitar o seu uso irregular. Não tem como o agente utilizar ela e negar que foi disparada”, conclui.

Fonte: G1
Comentários

Prefeito de Rio Preto da aval para armar a Guarda Municipal

Publicado em 15/08/2014

O prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), deu aval para a Guarda Municipal armar seus agentes com equipamento letal. A decisão veio no mesmo dia em que a presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou a lei que criou o estatuto geral das guardas municipais - equiparando as atribuições das corporações civis às polícias militares, inclusive com direito de portar armas de fogo. 

A decisão do prefeito de dar sinal verde para a compra de armas letais foi tomada em reunião com o secretário de Trânsito, Aparecido Capello, e com o comandante da Guardas Municipal, João Roque Borges de Souza. “Embora a concepção pessoal do prefeito é ser contra, vai autorizar (armamento) porque precisamos cumprir a lei”, disse o comandante da guarda. 

A previsão é que o processo de armamento da guarda demore até seis meses, entre treinamento, autorizações burocráticas e compra das armas. “Vamos dar início ao processo de armamento e porte funcional aos agentes. Para isso, é preciso uma série de requisitos, como autorização do Exército, da Polícia Federal, licitação e treinamento dos agentes.” 

Souza estima em até 100 horas o tempo total de treinamentos dos guardas. “Novo conceito, de tiro defensivo.” Segundo o comandante, ainda não está definido o modelo de arma que será comprada, mas ele diz que pode ser qualquer uma de uso autorizado. “Até 380. Pode ser semi-automática (pistola) ou de repetição (revólver). 

Mas antes vamos alterar a Lei Orgânica da Guarda Municipal de Rio Preto e submeter todos os agentes a exames psicotécnicos, precisam ser aprovados em avaliações práticas e teóricas, para aí expedir o porte de arma.” O comandante diz ainda que, apesar de liminares garantirem hoje o porte de arma aos guardas, a recomendação é que eles não andem armados. “Mas não podemos fazer nada, é um direito particular deles, mas não podem portar as armas de maneira ostensiva.” 


Estatuto 

Pela lei sancionada pela presidente Dilma as guardas municipais de todo o País ficam com as atribuições bastante semelhantes às das polícias militares, como competência para fazer rondas ostensivas e preventivas de combate à criminalidade. Além disso, estão autorizados a portar as armas de fogo e outros equipamentos de proteção pessoal. 


Câmara vota 94 novos cargos 

A Câmara de Rio Preto vota hoje, em regime de urgência, a criação de mais 94 cargos para guardas municipais, o que elevará o contingente da corporação para mais de 200 homens. A previsão é que tão logo o projeto seja aprovado pelos vereadores o concurso público seja aberto, ainda este ano. O salário inicial para a Guarda Municipal está na casa dos R$ 2,5 mil. 

O comandante João Roque Borges de Souza diz que interessados em disputar o concurso devem possuir entre 18 anos e 35 anos, além de se submeter a exames físicos, psicológicos e psicotécnicos. Ainda na sessão de hoje, vereadores analisam projeto de José Carlos Marinho (PSB) que prevê o armamento da corporação com armas de fogo, considerado ilegal por vício de iniciativa.

Fonte: Diário Web
Comentários

Redes sociais